croche, crochet, Diário, Trico 101

Crochê à bordo

Quando analiso as pesquisas que trazem as pessoas até o blog, vejo que há um grande número de pessoas que têm dúvidas sobre a possibilidade de fazer seu crochê ou tricô à bordo do avião.

Já escrevi uma vez sobre isso (como você pode ver aqui) mas, como tem tempos que não escrevo, voltarei a falar sobre o assunto.

Nunca tive problemas. Admito, porém, que nunca tentei embarcar com as agulhas de tricô compridas e retas. Minhas experiências sempre envolveram agulhas circulares e de crochê. Acho que, por serem menores, e mais discretas, os operadores de raio x dos aeroportos fazem vista grossa e você embarca com elas. Imagino que, carregando as agulhas retas, elas serão facilmente identificadas e classificadas como objeto pontiagudo e você terá que deixá-las na caixa de descarte de materiais.

  
Por determinação legal, agulhas de tricô e de crochê são considerados objetos pontiagudos (acredite se quiser estão classificadas na Catehoria 2 do Manual do Vijante da ANAC, junto com furadeiras e espadas!!) e portanto se o operador de raio x identifica-las em sua bagagem de mão, e mesmo que você tenha metade de um suéter nas agulhas, (sinto muitíssimo) você terá que tirar as agulhas e jogá-las fora OU DESPACHAR sua mala de mão para manter o trabalho são e salvo. Vale lembrar que, caso você opte pelo despacho da mala, você terá que fazê-lo em tempo hábil, ou seja, antes que o check in esteja fechado. Se não houver tempo, byebye needles.

  

Pro choro ser menor, sempre passe uma linha de segurança em seu trabalho.

O que eu posso dar de dica é:

– se for usar agulhas de tricô, opte pelas circulares. Elas são menos “agressivas” (além de que eu sempre conto com a ignorância do operador – atendentes de armarinho não conhecem esta agulha, imagino que eles também não, ficando mais fácil a liberação/ não identificacao).

– se tricô, sempre passe um fio de segurança para evitar a perda dos pontos caso seja necessário a entrega das agulhas.

– se crochê, carregue a agulha num estojo com canetas e lapis. Assim fica mais difícil a identificação.

– não leve todas suas agulhas. Lembre-se, ela já está classificada na mesma categoria de uma espada!

– se você é psicopata e pretende matar geral usando uma agulha de tricô, não diga que você leu as dicas de como levar sua arma do crime aqui 😉

  

PS: genteee, to louca pra terminar esta mantinha logo! SOCORRO!

Anúncios
Diário, English, Journal, Português

Post 1

Pra começar , não sou professional, mas há cerca de um ano decidi estudar e aprender novas técnicas de tricô. Até que me sai bem. Foram diversos gorros para minha afilhada e sua irmã, um casaquinho e botinhas para meu sobrinho e diversos mostruários para praticar pontos e mais pontos.

O blog será escrito em português e em inglês. Devido a pequena quantidade de blogs de trico em português, tentarei ser uma referência, e crescer junto com minhas técnicas no tricô.

 

_____________

For a start, I am not a pro but around an year ago I decided to study and learn some techniques of knitting. And I must say it wasn’t that bad. I’ve knitted several hats for my goddaughter and her sister, a couple baby pea oat and some “ugg” boats for my nephew, and several displays to practice more and more stitches.

 

this blog will be written in both Portuguese and English. There are not enough good Portuguese knitting blogs, so I will try to become a reference and try to improve aswell as my knitting techniques.